O laser evoluiu muito nos últimos anos e, hoje em dia, tornou-se um elemento habitual da prática médica e o seu uso também se estendeu a outros âmbitos, tal como o da medicina estética. A utilização de diversos tipos de laser é a base de técnicas e tratamentos tais como a depilação permanente, a eliminação de varizes, o tratamento de manchas cutâneas, a melhoria da flacidez, a eliminação de verrugas e a remodelação corporal.

Mas o tratamento laser também pode ser usado na abordagem dos problemas capilares com muito bons resultados. Assim o demonstraram vários estudos levados a cabo para analisar os efeitos da aplicação do laser no cabelo e as suas possibilidades nos casos de perda de cabelo, tanto masculina como feminina.

Sabe-se que a aplicação da tecnologia laser de baixa intensidade (TLBI) sobre o couro cabeludo ativa a raiz capilar nas pessoas com alopecia androgenética, eflúvio telógeno e alopecia areata e, por conseguinte, pode estimular o crescimento do cabelo (influi positivamente na fase anágena), fazendo com que o novo cabelo seja mais forte e grosso. Também há evidências de que os tratamentos laser melhoram o tónus e devolvem o bom estado aos cabelos enfraquecidos, castigados e desvitalizados. A eficácia da TLBI é reconhecida pelo facto de ser uma das opções não cirúrgicas cientificamente testadas e validadas como tratamento pela International Society of Hair Restoration Surgery (ISHRS).

A Svenson põe à disposição dos seus clientes tratamentos baseados nesta tecnologia laser de baixa intensidade, concebidos como alternativa ou como complemento a outras soluções antiqueda. Um destes tratamentos é o Capacete Laser, uma terapia não invasiva e portátil (inclui uma bateria de longa duração) que apresenta a grande vantagem de poder ser empregue em casa, sem necessidade de ir a um centro Svenson para a sua aplicação.

O seu design faz com que seja muito simples e fácil de usar (pode estar posto enquanto se realiza outra atividade, e o seu tamanho permite que esteja oculto por baixo de um boné ou chapéu). Contém díodos de laser que atuam sobre todo o couro cabeludo e de forma simultânea. O tempo recomendado de uso é de 25 minutos por dia em dias alternados. Os resultados são muito satisfatórios visto que, além de estimular os folículos pilosos e de atuar sobre a fase de crescimento, aumenta o número de cabelos terminais (saudáveis), dando-lhes maior densidade e espessura e produzindo um aspeto capilar mais saudável e revitalizado.

O Capacete Laser pode combinar-se com outros tratamentos capilares destinados a desacelerar a queda ou a melhorar o estado capilar. Também é recomendado para favorecer o crescimento dos implantes nos pacientes que se submeteram a uma intervenção de microenxerto.

Marcado com →  
Compartilhado →