Hair-renewerProdutos à base de plantas, substâncias de uso tópico de origem duvidosa às quais se atribuíam propriedades milagrosa, crenças relacionadas com a lua, o sol ou outros fenómenos naturais sem qualquer base científica e um ou outro remédio ancestral contra a alopecia que se transmitia de geração em geração, foram algumas das estratégias usadas para travar a queda do cabelo ou recuperar o cabelo perdido. Felizmente, nos últimos anos foram feitos progressos significativos nesse sentido, todos eles comprovados por várias investigações científicas e nos quais se utilizam as técnicas mais avançadas.

Uma boa parte desses progressos provêm da área da Medicina, como é o caso da utilização de células estaminais para o cabelo. Demonstrou-se que as células estaminais da pele e do couro cabeludo cultivadas em laboratório possuem capacidade de regeneração, o que sob o ponto de vista prático, significa que no caso da alopecia podem criar novas células capilares restaurando as que estão mortas.

Outra técnica emergente, baseada no uso de PRP para o cabelo, utiliza-se há já bastante tempo em centros e clínicas de estética, bem como na área médica da ortopedia para a regeneração dos ligamentos. Vários estudos demonstraram que, a nível capilar, esta técnica aumenta a percentagem de cabelos que se encontram em fase de crescimento (anágena) nos casos de alopecia androgenética; consegue mais densidade capilar na zona da alopecia areata e melhora o metabolismo da cutícula nos casos do cabelo distrófico. 


As novas tecnologias também passaram a fazer parte do cojunto de soluções para a queda do cabelo, como é o caso da terapia laser contra a alopecia. Sabe-se que a aplicação do laser a nível capilar favorece o correto funcionamento do couro cabeludo, estimulando a circulação do sangue nos folículos pilosos. Um dos tratamentos que utiliza esta técnica é a Terapia Laser de Baixa Intensidade  (TLDBI), também chamada terapia de laser a frio ou fototerapia, especialmente recomendada para os casos de alopecia androgenética, areata ou com eflúvio telógeno. Entre os produtos que incorporam esta tecnologia, destaca-se o capacete laser, uma proposta exclusiva dos centros Svenson que consiste num aparelho portátil que, graças à sua forma de capacete, se adapta perfeitamente à cabeça do paciente. Atua aplicando diodos laser de forma simultânea sobre todo o couro cabeludo.

O principal objectivo de todas estas técnicas e tratamentos é contribuir para o crescimento e favorecer a bio-estimulação capilar, efeitos estes que demonstraram ser os mais adequados para prevenir a perda de cabelo e combater as consequências da alopecia.

FOTO: Boston Public Library

Compartilhado →